domingo, 23 de agosto de 2009

Super sincero


Um dia saí falando a verdade para todo mundo. Aquelas que eu queria dizer, ou nem queria tanto assim, mas estavam em algum lugar e não tinham tido ainda a oportunidade de serem postas pra fora.
Não foi planejado, falei a primeira, depois mais uma e elas não pararam mais. Parecia um feitiço daqueles que só acaba quando você vai dormir. Mas foi legal. E esse dia acabou se saindo no mínimo engraçado.
A verdade depois de dita é uma bala que vai atingir alguém de uma maneira totalmente inesperada. As vezes ela causa algum estrago, outras ela vem acompanhada de um silêncio estranho, ou de cara de ''vou pegar essa garrafa e quebrar na tua cabeça'', ou sorrisinhos de ''ei, pode crer'', ou quem sabe ainda um ''você é muito egoísta e só quer as coisas do seu jeito, vai tomar no c*''.
É fato que algumas pessoas não gostam de ouvir verdades. Eu sei, também tenho meus defeitos, é meio chato quando alguém aponta o dedão pra você e fala daquela merda que você fez, daquele hábito excêntrico que você tem. Mas faz parte. E uma coisa é certa, quando você diz uma verdade para outra pessoal, sendo ela agradável, ou não de ser ouvida. Facetas diferentes das pessoas são mostradas, e isso nos faz conhecê-las um pouco melhor.

Um comentário:

  1. curto ouvir verdade véi, pode mandar quando tiver, tem besteira não. ;P

    ResponderExcluir